terça-feira, 20 de abril de 2010

Humilde

Ao maior ás observei:
- Dos teus feitos não há memória
Nos meandros da história.
Porventura sentes-te rei,
Das olimpíades tens grande glória
Ó campeão dos campeões!
- Sinto-me como qualquer outro alguém.
Apenas um, somente um Homem
Entre os cinco mil milhões
Desta imensa Humanidade.
Então pensei:
- É um vardadeiro rei
No palácio da Humildade.

1 comentário:

Olhar Meu disse...

Penso que a humildade e a simplicidade deveriam caminhar sempre juntas. Há quem diga "Humildade é verdade".
gostei...Bjs

Fatima