quinta-feira, 1 de outubro de 2009

Te conheci

Domingo de sol
Num dia a brilhar
Bela era a fragrância
Pairando no ar.
Depois de acordar
Levantei-me então
Com muita alegria
E satisfação.
Lá fora, um melro
Piava ridente
Piando alegre
Um piar contente.
Um canto bramido
Ouvia-se bem.
O austero galo
Cantava também.
Quis dar um passeio
Na linda manhã
Com cheiro a morango,
Laranja e maçã.
Poucos transeuntes
Na rua se via
Pois 'inda no céu
A lua sorria.
Da serra, arrebol,
Cor da madrugada
Vi nascer o sol
Da névoa serrada.
Pássaros voavam,
Um cão a ladrar,
O molhado orvalho,
Frescura do mar
Caía das telhas
Em gotas singelas
D'água cristalina,
Paisagens tão belas.
A porta fechei
E fiz-me ao caminho
P'lo meio dos prados
Feliz mas sozinho.
Airoso zarpei
Sem tino, saí.
E foi nesse domingo
Que te conheci.

1 comentário:

Um Olhar disse...

Lindo,terno... escrito do coração para o papel. Bom fim de semana.

Bjo
Fatima